Obras da Nova Marginal Tietê

De acordo com o site www.saopaulo.sp.gov.br, no dia 04.06.2009 o governador José Serra e o prefeito Gilberto Kassab deram inicio às obras da Nova Marginal Tietê. O governo do estado em parceria com as concessionárias que administram as rodovias Bandeirantes/Anhanguera e Ayrton Senna/Carvalho Pinto, irá investir cerca de R$ 1,3 bilhão, e prevê, além de novas pontes e viadutos, plantio de cerca de 83 mil árvores e implantação de ciclovia. A previsão de conclusão da obra para pistas auxiliares é março de 2010 e para complexos/obras de arte outubro de 2010.

Mas o que esta inovação na cidade reverteu na vida dos paulistanos?

Já não era novidade enfrentar trânsito “geralmente” em horários de pico, agora pode ser a hora que for, se você sair de carro e tentar chegar ao seu destino pela marginal ou vias próximas, é fato que vai encontrar alguns engarrafamentos.

O problema maior, é que essas mudanças estão causando maiores insatisfações e stress aos paulistanos, as buzinas são contínuas e aquela cara de mau humor é nítida!

O governo diz que a nova marginal tem o objetivo de melhorar as condições do trânsito, mas porque resolveram fazer tudo ao mesmo tempo? Interditar as principais pontes de acesso aos bairros, diminuir faixas, fechar entradas!

Claro que por trás de toda mudança existe um interesse, e será a implementação de pedágios? Reeleição em 2010? Ou realmente melhorar as condições do trânsito?

Este assunto é bem questionável, a vida dos paulistanos não deve tranquilizar enquanto às obras não forem finalizadas.

5 comentários:

  Antonia Edileuza

11 de novembro de 2009 08:08

Daniela,
O que mais me incomoda, é que o saldo dessa reforma é de apenas 10% na melhora do trânsito, e, é paliativo e não definitivo.
É muito barulho para pouco benefício.

Antonia Edileuza

  Danielle Silva

11 de novembro de 2009 12:29

Realmente Antonia, é algo bem questionavel, creio que o governo poderia sim investir muito mais e ter feito de uma forma que não atrapalhasse tanto a nossas vidas.

  Gildo

12 de novembro de 2009 08:58

O Governo investe muito dinheiro para uma obra que resolverá o problema em curto prazo, daqui 5 anos no máximo, teremos o mesmo problema na Marginal, porque não investir essa grana em transporte de massa ???
Vcs sempre tem ótimas matérias, parabéns meninas !

  Beth Godoy

13 de novembro de 2009 12:20

As obras sempre tem uma característica eleitoreira. Elas sempre acontecem ao mesmo tempo sim, ou melhor, uma ano antes das eleições para presidente e governadores.
Por dois motivos, primeiro no ano da eleição é proibido a contratação de obras, segundo nos primeiros anos de mandato as obras estão em planejamento e sua execução fica para os últimos anos. Como os governadores não querem que o sucessor coloque a placa de inauguração, todas as obras acontecem ao mesmo tempo.

  Adriana Albuquerque

16 de novembro de 2009 08:19

DIZEM ADRIANA SARAIVA.
A previsão do governo é de que a obra da nova pista será entregue em março de 2010, enquanto isso " cataremos a Musica Titãs "Quem espera que a vida seja feita de ilusão, e preciso saber viver" nesta cidade cheia de transtorno urbano! que causa um stress em todos! Pessoal, vc acho que esta data vai funcionar mesmo? particulamente eu acredito que não,mas vamos reforçar a cobrança sobre "Governo" SP, que ele cumpra a data de entrega das obras, chega de tanto caos na Cidade! Galera

Parabens pelo texto

Postar um comentário